1 de março de 2011

Sexo sem camisinha não tem nada a ver

A Tempo Propaganda, para divulgar a segunda fase da campanha de prevenção da Aids da Secretaria de Saúde do Governo da Bahia, resolveu para chamar a atenção dos espectadores dos filmes "Cisne Negro" e "Caça as Bruxas" com uma ação inusitada. Dentro das salas do UCI Iguatemi uma pessoa se levanta da cadeira, exaltada, falando alto no celular, incomodando todo mundo. Um verdadeiro "mala". Em seguida, aparece na tela o cantor Léo Santana que inicia um diálogo com o rapaz sobre a sua postura mal educada dentro do cinema. Léo faz relação entre a atitude do rapaz e o sexo sem camisinha: "Coisas que não tem nada a ver".


A campanha que teve sua primeira fase veiculada em outdoors, rádios, jornal, revista,busdoor e internet, tem o objetivo de alertar a população sobre a prevenção da Aids. As peças para mídia tradicional relatam o estranhamento causado pela figura de um ídolo do pagode baiano, caracterizado como roqueiro para chamar a atenção do público com a frase: “Léo Santana sem o pagode é igual a sexo sem camisinha, não tem nada a ver”.




Veja o vídeo da Ação:
video



Nenhum comentário:

Postar um comentário